Igualdade Natural

Igualdade Natural 

O texto tratará sobre IGUALDADE NATURAL, assunto presente na terceira parte do livro dos Espíritos capítulo IX. 

Somos partes iguais de um mesmo bolo, o recheio é outra coisa.

Igualdade significa ausência de diferenças. É quando todas as partes estão nas mesmas condições, possuem o mesmo valor ou são interpretadas a partir do mesmo ponto de vista.

A pergunta 803 diz o seguinte: “Todos os homens são iguais perante Deus?”

Todos nós sabemos essa resposta, mas, muitas das vezes, quando não interiorizamos a Lei da Umbanda nas nossas atitudes, nos nossos pensamentos, no nosso falar, achamos que Deus dá privilégio a algumas pessoas. 

Mas não, todos tendem para o mesmo fim e Deus fez suas leis para todos. Frequentemente dizeis: O sol brilha para todos, e com isso enuncia que todos temos a mesmas oportunidades, de aprimoramento, arrependimento, de negação, de praticar a caridade. Todos nós temos um recomeço, a lei de Deus é absoluta.

O Preto Velho Pai Barnabé fez a seguinte analogia: Deus fez um bolo e repartiu tudo do mesmo tamanho, o recheio é outra coisa. O recheio seria os orixás que regem cada um, por isso as diferenças. Diferença necessária para nossa evolução. Se todos fossem iguais não precisariam existir muitos e sim só um.

Kah de Obá

0 pensamentos em “Igualdade Natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

junho 2019
S T Q Q S S D
« maio   jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Teste

Teste